Aplicação de corticoides benéficos a pele em Florianópolis

Aplicação de corticoides benéficos a pele em Florianópolis

Você sabia que, embora os corticoides ofereçam ação anti-inflamatória, o uso excessivo pode oferecer danos à pele? Mas por que isso acontece? Primeiro você deve entender que corticoide é o nome de um grupo de hormônios esteroides.

Esses hormônios são produzidos a partir de uma combinação de substâncias resultantes de um processo químico, ou seja, de derivados sintéticos, como também por glândulas suprarrenais. Além disso, os corticoides, conhecidos também como corticosteroides, podem desempenhar várias ações em nosso organismo, como a regulação do metabolismo e ocasionar um equilíbrio de íons e água.

Hoje vamos falar sobre os riscos e benefícios do seu uso na pele. Acompanhe!

Aplicação de corticoides na pele: riscos e benefícios

Considerado essencial para atuar nos processos inflamatórios e alérgicos, os corticoides não devem ser aplicados sem supervisão médica. Sem contar que o tratamento em longo prazo deve ser realizado com muita atenção e cuidados.

Isso porque seu uso prolongado pode resultar em riscos que superam seus benefícios. Mas até que ponto eles oferecem benefícios? Quais são os riscos em aplicá-los na pele?

1: Riscos

Entenda que corticoides ou corticosteroides possuem propriedades anti-inflamatória, antimitótica, imunossupressora e vasoconstritora. A aplicação sobre a pele é a mais empregada na corticoterapia, podendo ser através de loções, géis, cremes e pomadas. Porém é possível que ocorra a absorção do fármaco até a corrente sanguínea.

No caso de um tratamento longo a absorção pode resultar em efeitos colaterais sistêmicos. Entre os mais comuns, estão: retardo no crescimento, desbalanço eletrolítico, diabetes e hipertensão. Bem como também, a síndrome de Cushing (estrias vermelhas, rápido ganho de peso e acúmulo de gordura abdominal e facial).

Porém, além dos efeitos colaterais resultantes do ativo na corrente sanguínea, outros são bastante comuns. Por exemplo, na aplicação tópica, pode ocorrer atrofia da pele, ou seja: perde a elasticidade, fica muito fina e com aparência envelhecida. Também pode ficar mais vulnerável a feridas e machucados, manchas arroxeadas, acne, hematomas, estrias, entre outros sintomas.

2: Benefícios

Corticóides ou corticosteroides podem tratar rapidamente problemas da pele, como eczemas, dermatites, urticária, alergias, asma, lúpus e artrite reumatoide. Eles são benéficos aos mecanismos fisiológicos, principalmente na aplicação de processos inflamatórios e alérgicos. Também atuam no equilíbrio de eletrólitos e líquidos, preservam a função imunitária e do sistema cardiovascular, músculo esquelético, renal e do sistema nervoso e endócrino.

Mas para obter os benefícios, sem oferecer os riscos já mencionados aqui, é indispensável o acompanhamento médico na sua administração. Somente um especialista pode prever prováveis riscos à saúde do paciente e supervisionar possíveis efeitos colaterais.

Como evitar os efeitos colaterais do corticoide?

Além da supervisão médica, é preciso usar os corticoesteroides pelo menor tempo possível. Eles podem ser substituídos por ativos que não oferecem muitos efeitos colaterais. Na pele, é preciso evitar o uso de corticoides de alta potência por mais de quinze dias.

Para isso, o dermatologista que acompanha o paciente poderá trocá-lo por um dermocosmético. Entre as opções, é possível que seja recomendado o uso de cremes imunomoduladores, reparadores de barreira ou hidratantes com ação anti-inflamatória. É importante enfatizar a importância de todos os ativos serem recomendados por um especialista.

Agora que você já conhece os riscos e benefícios que os corticoides podem oferecer, aproveite e inscreva-se em minha newsletter para receber novidades sobre dermatologia!

(CRM/SC 14625 RQE 12663).

Fontes: DermaClub, Tricologia Médica, Saúde DicasMinuto Saudável.

Deixe um comentário