Clínica em Florianópolis: Entenda como tratar o melasma

Clínica em Florianópolis: Entenda como tratar o melasma

Quem sofre com o melasma sabe que este não apresenta riscos diretos à saúde, porém causa grande impacto na autoestima. Com concentração, principalmente no rosto, as manchas hiperpigmentadas também costumam aparecer em outras partes do corpo com maior exposição ao sol, como o colo e os antebraços.

distúrbio pigmentar caracterizado por manchas escuras na pele, principalmente nas têmporas e testa podem variar sua intensidade, possuindo normalmente mais que um centímetro e sendo visto na maioria dos casos em mulheres, durante mudanças hormonais, em períodos de gestação e menopausa.

Essas manchas possuem tom acastanhado (marrom), em diferentes intensidades e formas irregulares. Em especial, no rosto, essa condição pode aparecer nos dois lados de maneira simétrica.

Apesar de não existir um tratamento definitivo, em nossa clínica o melasma é controlado através de diferentes procedimentos. Com equipe especializada e trabalho voltado sempre a seu bem estar e qualidade de vida, promovemos opções como forma de atenuar os efeitos dessa doença dermatológica e oferecendo bons resultados, sendo esses:

  • Peelingquímico: Com base em ácidos em concentrações mais fortes que os usados em cremes, esse método consegue remover uma camada da pele. Sendo bastante usado para casos de melasma superficial ou ainda em algumas circunstancias de modo mais intenso para melasma de caráter profundo.
  • Microdermoabrasão: Conhecido como peeling de cristal, a esfoliação profissional elimina camadas superficiais da pele, promovendo um aspecto renovado e rejuvenescido.
  • Microagulhamento: Técnica que perfura a pele por meio de microagulhas com intuito de estimular a produção de colágeno e circulação de sangue na pele. Sua aplicação é útil para diminuição de manchas na pele, além de auxiliar diretamente no combate as rugas e flacidez.
  • Luz intensa pulsada: Em geral, mesmo não sendo uma opção inicial, pode ser utilizada em alguns casos que não melhoram após outros tipos de tratamentos ou que podem ter piorado devido a utilização incorreta de técnicas.

Em todos os tratamentos, é aconselhada a realização de algumas sessões para obtenção do resultado desejado, tempo esse que varia de acordo com a complexidade, intensidade e profundidade do melasma a ser tratado.

Para se manter informado continue acessando nosso blog e também não deixe de seguir nossas redes sociais Facebook e Instagram

 

CRM/SC 14625 | RQE 12663

 

FONTES:

https://www.tuasaude.com/como-tratar-o-melasma/

Deixe um comentário