Tratamento de olheiras em Florianópolis

Tratamento de olheiras em Florianópolis

As olheiras são um grande desconforto estético para pessoas de ambos os sexos, especialmente para as mulheres. Embora para a maioria das pessoas esse problema tenha como causa uma noite mal dormida, são muitos os fatores que desencadeiam o problema.

Elas podem ser resultados de maus hábitos ou fatores genéticos, ou seja, filhos de pais com olheiras possuem mais chances de desenvolver o problema. Além disso, a hiperpigmentação periorbital, quando ocorre um acúmulo de melanina na região abaixo dos olhos, causa uma coloração mais escura no local.

Outros fatores comuns são: má alimentação, cansaço, noites mal dormidas, trabalho em excesso e ingestão de álcool, bem como também chorar. Porém, existem ainda outras causas que poucos conhecem. Veja!

Quais são os tipos de olheiras

Olheiras são resultados da combinação de pigmentação acastanhada e arroxeada, podendo ou não ser acompanhada de edema, bolsas de gordura, flacidez ou aumento da profundidade do local. Existem alguns tipos de alterações que podem desencadeá-las e para tratá-las, é preciso identificar qual é a alteração. Confira como são classificadas:

1. Vascular

Tem como causa o acúmulo de hemossiderina, como também pelo aumento dos vasos sanguíneos na região ocular. Suas colorações características são: tons azulados, avermelhados ou arroxeados. Surgem, comumente, após uma noite mal dormida ou excesso de cansaço. Porém, podem piorar se o indivíduo apresentar rinite alérgica, ter uma dieta rica em sal ou por tabagismo.

2. Estrutural

É um tipo raro de olheira e ocorre devido à falta de tecido embaixo dos olhos ou pela ocorrência de goteira lacrimal profunda.

3. Pigmentar

Resultado do excesso de melanina na pele e tem como característica, uma cor amarronzada. São comuns em indivíduos de fototipo alto, que possuem rinite alérgica ou com tendência genética.

4. Mista

Ocorre de forma comum devido à soma de um ou mais fatores dessa alteração. Porém,a condição pode piorar se o indivíduo ingerir álcool, por tabagismo ou noites mal dormidas.

Quais são os tratamentos para olheiras?

A melhor forma de combater ou diminuir as olheiras é adotar hábitos saudáveis, não importa o tipo. Para isso, considere:

  • Ter uma noite de sono adequada.
  • Adotar uma alimentação balanceada.
  • Manter uma boa hidratação cutânea.

Se o problema persistir e incomodar, procure um médico dermatologista para que se chegue a um diagnóstico e seja indicado um melhor tratamento. Somente com a avaliação física do profissional é que se pode indicar o tratamento ideal.

Entre eles, o seu dermatologista poderá indicar para tratar as olheiras:

1. Profundas:

O tratamento é por meio do preenchimento com ácido hialurônico. Essa é uma técnica que possibilita nivelar a pele abaixo dos olhos, com o resto da face. Essa região fica com mais volume e pode alcançar resultados visíveis dentro de alguns dias.

2. Tons escuros e amarronzados:

O tratamento é realizado por meio de um peeling com ácido tioglicólico com intuito de clarear a região abaixo dos olhos. Esse procedimento pode ser realizado semanalmente ou com sessões quinzenais.

3. Escuras e arroxeadas:

O dermatologista poderá recomendar o tratamento com luz intensa pulsada, ou seja, uma aplicação de faixa de luz capaz de gerar calor no local. Essa técnica resulta na destruição dos pigmentos de hemoglobina e melanina, deixando-as em partículas menores. Estas são então absorvidas pelo corpo. Além disso, após os vasos sanguíneos se contraírem, o efeito arroxeado é reduzido.

Saiba que quanto mais tempo levar para procurar ajuda de um dermatologista, mais as olheiras se acentuam.

Quer saber mais sobre o tratamento para olheiras? Visite: bit.ly/2oe5l9Y .

CRM/SC 14625 | RQE 12663

Fontes: Segs, O Bem Dito e Donna.

Deixe um comentário