Pele oleosa: 4 cuidados indispensáveis em nossa clínica catarinense

Pele oleosa: 4 cuidados indispensáveis em nossa clínica catarinense

Não é difícil identificar uma pele oleosa. Ela tem uma aparência mais espessa, brilhante e úmida, o que se deve a sua grande produção de sebo advindo das glândulas sebáceas do rosto.

Quem tem a pele oleosa, pode notar a concentração de oleosidade na chamada “Zona T”, representada pelas linhas do queixo, nariz e testa. É bem nessa área onde também são mais frequentes os cravos e espinhas.

Mas o que leva alguém a ter a pele oleosa?

Diversos fatores podem contribuir para uma produção excessiva de óleo na pele. Mas, a grande produção de sebo pelas glândulas sebáceas ocorre, em grande parte das vezes, por conta da herança genética. Ela influencia na quantidade existente dessas glândulas, assim como na quantidade de óleo que ela produz.

Mas não é apenas o fator genético que faz com que você tenha a pele oleosa. Alterações hormonais, estresse, má alimentação, uso inadequado de produtos, como cosméticos, e outros hábitos influenciam o surgimento do quadro.

Por isso, é fundamental cuidar-se, seguindo algumas dicas importantes que separamos para você. Vem conferir!

1. Limpeza

A limpeza é fundamental para qualquer tipo de pele, mas para aqueles que possuem a pele oleosa, ela é imprescindível!

A higienização deve ser feita duas vezes ao dia: de manhã e à noite. Essa prática ajuda a controlar a oleosidade da pele por ajudar a desobstruir os poros que, muitas vezes, acabam entupidos por impurezas externas, como a maquiagem e a poluição. É importante que essa limpeza seja feita com água fria e com produtos recomendados por um profissional, sendo eles, específicos para seu tipo de pele.

Tonificá-la também faz parte da higienização, porque é o tônico que elimina as toxinas presentes no rosto, além de suavizar e preparar a pele para a hidratação, que é nossa próxima dica!

2. Hidratação

Depois de limpo, o rosto precisa ser hidratado. Quem tem a pele oleosa deve utilizar produtos recomendados por um especialista e fazer a hidratação todos os dias. Dessa forma, as glândulas sebáceas são desestimuladas a produzir mais óleo, melhorando o aspecto do rosto.

Além disso, realizar o processo de forma adequada faz com que a pele recupere a vitalidade da pele, sem ressecamentos e mais oleosidade! Mas fique atenta! É fundamental contar com produtos livres de óleo!

3. Invista nos produtos certos

Como já citado acima, é fundamental que qualquer produto a ser utilizado na limpeza, tonificação, hidratação, ou qualquer outro processo de cuidado com a pele, seja específico para o seu caso e, claro, que seja de qualidade.

Um bom dermatologista indicará o que deve ser utilizado e a maneira correta de fazê-lo. Dermocosméticos com vitamina C, por exemplo, ajudam a reduzir rugas, melhorar a firmeza da pele e combater a oleosidade.

4. Não abuse das maquiagens

Os produtos de maquiagens podem ser prejudiciais para quem possui a pele oleosa, porque podem obstruir os poros do rosto, deixando-o mais oleoso ainda. Para utilizar esses cosméticos é essencial que a pele esteja limpa e tonificada. Mas não exagere!

Um profissional em dermatologia também poderá indicar quais marcas são mais interessantes para manter o seu rosto não só mais lindo, como mais saudável.

Gostou das dicas? Então deixe seu comentário!

Fontes: Loja Adcos, Dermaclub, Terra, Beleza e Saúde.

CRM/SC | 14625 RQE 12663

 

Deixe um comentário