Qual é a verdadeira relação entre acne e alimentação?

Qual é a verdadeira relação entre acne e alimentação?

Você sabia que existe uma relação entre acne e alimentação? Para você entender melhor, é importante saber o que é e como a acne surge.

Pois bem, a acne é resultante de um processo inflamatório, quando há uma produção excessiva de sebo por meio das glândulas, que acaba entupindo e inflamando os poros. A acne pode ocorrer no rosto, braços, colo, costas e ombros, caracterizando-se pela presença de cistos, vermelhidão, pus, lesões e processo inflamatório.

Além disso, acomete pessoas de qualquer idade, sendo mais comum na adolescência e, em torno de 83% das meninas e 95% dos meninos. Mas qual a sua relação com a alimentação? Entenda aqui!

Relação entre acne e alimentação

Embora a acne possa ocorrer por meio da influência genética e hormonal, alguns alimentos estimulam sua incidência. Ou seja, existem alimentos que estimulam, indiretamente, a produção de sebo.

Por exemplo, o estímulo à secreção de insulina favorece a produção de hormônios andrógenos que, associado a outros fatores, aumentam o sebo na pele. Portanto, existe um grupo de alimentos que afetam diretamente na aparência da pele, enquanto outros não causam impacto na secreção de insulina.

Veja aqui quais são esses alimentos que contribuem ou não com o controle da acne!

Alimentos que influenciam no surgimento e agravamento da acne

1. Alimentos industrializados

Estudos apontam os alimentos industrializados como uma das causas da inflamação na pele, incluindo a farinha de trigo branca. Ou seja, a dieta influencia na secreção exagerada e inflamação das glândulas sebáceas.

2. Leite desnatado

Especialistas da Academia Americana de Dermatologia realizaram estudos dos efeitos do leite sobre a acne. Eles comprovaram que o leite desnatado atua como um fator negativo, piorando a acne, diferente do leite integral. Portanto, a gordura do leite não causa essa condição na pele, mas sim alguns hormônios e produtos adicionados ao desnatado.

Como você pode perceber, faz todo sentido a relação entre acne e alimentação. Portanto, se você quer ter uma pele livre de espinhas evite, além dos já citados, refrigerantes, frituras, salgados, congelados e doces.

Alimentos que ajudam na redução da acne 

Em contrapartida, existem nutrientes dispostos em demais nutrientes que evitam ou reduzem a acne, portanto aposte em alimentos ricos em fontes de:

  • Zinco.
  • Vitaminas A, C, E.
  • Isoflavona.
  • Selênio.
  • Ômega 3.
  • Ácido pantotênico.
  • Gorduras monoinsaturadas.

Confira a lista abaixo com os preferidos no combate e prevenção de acne:

1. Vegetais verdes

Alface, espinafre, repolho e outros, contêm fibras que ajudam o sistema digestivo a ter um bom funcionamento, favorecendo a saúde da pele. Sem contar que eles possuem vitamina A, que também ajuda na aparência saudável da pele.

2. Cenoura

Além de contribuir com o bronzeado da pele, a cenoura possui betacaroteno, que minimiza a oleosidade e possui ação anti-inflamatória.

3. Uva

Contém substâncias antioxidantes, ajudando assim, no combate aos eczemas, psoríase e, inclusive, às inflamações.

4. Peixes

O ácido graxo ômega 3 ajuda a reduzir a inflamação da pele e regula o açúcar no sangue, fatores que causam as espinhas. Aposte no atum, salmão e sardinha.

5. Laranja

A fruta auxilia na produção de colágeno, tem ação adstringente e ajuda a rejuvenescer a pele. Sem contar que é rica em fibras e, por conter vitamina C, possui antioxidantes.

6. Castanha-do-pará

A castanha-do-pará, bem como algumas sementes (quinoa e linhaça), concentra grandes quantidades de zinco. Esse mineral atua na redução da oleosidade e contribui com a cicatrização.

E mais! Além de incluir esses nutrientes e vitaminas para a pele, não deixe de beber água, cerca de dois litros por dia. Ela ajuda a manter sua pele hidratada, contribui com a cicatrização e na eliminação de toxinas.

Gostou das dicas? Pronto para cuidar da sua pele e evitar as inflamações?

Compartilhe o conteúdo nas redes sociais. É só clicar em um dos botões do lado esquerdo!

(CRM/SC | 14625 RQE 12663)

Referências: Jasmine, Adriana Lauffer, Natue, Tua Saúde e M de Mulher.

Deixe um comentário